Blog

Zé Ricardo passa a ser questionado após derrota na Bahia

Após má atuação e derrota para o Bahia na última quarta-feira, Zé Ricardo entra na mira das reclamações (Foto: Carlos Gregório/Vasco)

O técnico do Vasco, Zé Ricardo, parecia estar passando ileso da série de furacões que abalaram São Januário nos últimos dias. Em meio a uma crise política, com alguns atletas sob a mira dos torcedores, o treinador estava blindando o grupo e superando as dificuldades. Porém, o péssimo desempenho do time na derrota de 3 a 0 sofrida para o Bahia, pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, deixou o comandante na berlinda.

Zé Ricardo já vinha sendo criticado por parte da imprensa e até por conselheiros, mas, no segundo caso, de maneira discreta. Quando saiu a escalação do time na Bahia, o presidente Alexandre Campello recebeu o contato de alguns de seus pares reclamando, por exemplo, da improvisação do zagueiro Werley na vaga do lateral-direito Rafael Galhardo, vetado pelo departamento médico. A revolta aumentou quando o jovem Bruno Cosendey foi substituído ainda no primeiro tempo. Para muitos, a decisão do comandante “queimou” o menino.

Outra reclamação foi a ausência do jovem Ricardo em um time que jogava com três zagueiros. O garoto é para muitos o melhor do setor. Frikson Erazo e Paulão, alvo constante de críticas, seguiam falhando em campo. Após o jogo, Zé Ricardo admitiu a péssima atuação.

“Algo tem de ser feito para que a gente possa mudar, porque não podemos fazer partidas como fizemos hoje. É inadmissível entrar como entramos numa partida de oitavas da Copa do Brasil”, disse o comandante.

A demissão de Zé Ricardo ainda não é tratada como algo concreto. Campello gosta do treinador, principalmente por ele mesmo ter recusado uma proposta milionária dos árabes para permanecer em São Januário. Mas a eliminação na Copa Libertadores, a perda do título carioca e o mau começo de Copa do Brasil podem pesar se uma reação não acontecer rapidamente.

Disposto a reagir o Vasco volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo, às 16h (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), para medir forças com o Vitória pela quinta rodada. Para este compromisso a escalação será definida somente no treino previsto para esta sexta-feira, que deverá contar com reforço de segurança na Colina por conta da revolta dos torcedores.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo