Blog

Vasco pode ser condenado por construção irregular de CT durante gestão de Eurico O Dia

Rio –  O Ministério Público pediu nesta quarta-feira a condenação do Vasco e do município de Duque de Caxias por construção irregular. Segundo o órgão, as obras do centro de treinamento da base foram feitas sem licença ambiental e em área de manguezal. O valor estipulado que o clube, que hoje é presidido por Alexandre Campello, terá que dispor é de R$ 500 mil.

A construção indevida aconteceu em 2007, durante a gestão de Eurico Miranda. O projeto foi uma parceria com o prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis.

Ainda de acordo com o Ministério Público, o terreno situado na rodovia Washington Luiz, em Duque de Caxias, sofreu um acelerado processo de descaracterização e supressão da vegetação de mangue.

O órgão pede que o clube carioca seja proibido de exercer atividades no CT e exige a condenação do IBAMA e e do INEA pelo motivo de omissão na fiscalização.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo