Blog

Vasco estuda forma de intervir em gestão “Fla-Flu” do Maracanã

Na tarde dessa sexta-feira (05), o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC-RJ), anunciou que ​Flamengo e Fluminense irão gerenciar de forma conjunta o Maracanã. A decisão não agradou a todos, e o Vasco estuda uma forma de intervir.

Em entrevista coletiva na última quinta-feira, antes mesmo da ​“batida do martelo”, o presidente vascaíno Alexandre Campello criticou a possibilidade da definição:

“Nos preocupa muito, o Vasco não concorda com esse tipo de cessão de direitos. O Vasco não irá aceitar esse tipo de direcionamento. O Maracanã é um patrimônio do povo, foi construído com dinheiro da sociedade e não pode ser usado de maneira exclusiva por um dos clubes. Vamos buscar os nossos direitos, na Justiça ou em outro lugar”, destacou. 


Henríquez,Kieza

Conforme afirmou, o cruzmaltino vai conversar com o Botafogo e com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FFERJ) para depois tomar uma decisão. O gestor acredita que um gerenciamento envolvendo os quatro grandes clubes do estado seria o melhor método.

Vasco sabe da importância financeira do Maracanã, principalmente em grandes partidas, nas quais teria a possibilidade de vender mais ingressos do que em São Januário. A decisão judicial fortalece a ideia do time em mandar os clássicos em seu próprio estádio ou vender o mando para fora do estado. 

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo