Blog

Vasco com um olho no Galo, outro em Valentim O Dia

Minas Gerais – Um Vasco desfalcado, com nova formação tática e na expectativa da chegada do técnico Alberto Valentim estreia no returno do Campeonato Brasileiro. Sem vencer há quatro rodadas seguidas e com o interino Valdir Bigode fazendo, provavelmente, sua despedida, o time encara o Atlético-MG, às 20h, no Estádio Independência, com a missão de somar três pontos para se distanciar do fantasma do rebaixamento está em 15º lugar, um ponto à frente do Vitória, que abre o Z-4.

Sem os lesionados Breno, Leandro Castan, Ramon e Giovanni Augusto, Valdir Bigode voltou ao esquema 4-2-3-1, já que o 4-1-4-1 usado no tropeço diante do Ceará, segunda-feira, na Colina, foi infrutífero. Além disso, vai promover a estreia de Lenon entre os titulares e a entrada de Henrique e Andrey, com Luiz Gustavo sendo deslocado para a zaga.

O objetivo de Valdir Bigode, com as mexidas, é ver o Vasco mais compacto e ofensivo, para tentar deixar o cargo com uma vitória, já que Alberto Valentim, ex-Palmeiras e Botafogo, e que saiu do Pyramids, do Egito, deve assinar contrato até amanhã. Ele e Roger Machado eram os preferidos da diretoria, que optou por um nome mais jovem, com um perfil de estudioso.

Campeão carioca pelo Botafogo, após bater o Vasco na final, Valentim chega a São Januário após rápida passagem pelo time africano, onde fez apenas três jogos e se desentendeu com o presidente do clube, após não cumprir ordem dada pelo dirigente para barrar o atacante brasileiro Ribamar. Pelo Pyramids, Valentim obteve duas vitórias e um empate.

CONTRATO ATÉ 2019

No Vasco, Valentim, que ainda superou a concorrência de Levir Culpi e Jair Ventura, recém-dispensado do Santos, na preferência do presidente Alexandre Campelo, recebeu uma oferta salarial na casa dos R$ 100 mil e o desejo da diretoria cruzmaltina de contar com ele até o fim de 2019. A tendência é de que o novo treinador tenha condições de estar à beira do campo já no duelo com a Chapecoense, domingo, em São Januário, pela segunda rodada do returno do Brasileiro.

Em relação à busca por reforços para o restante da temporada, a menos que apareçam algumas possibilidades excelentes na questão custo-benefício, a diretoria do Vasco revelou que não deverá trazer mais ninguém. A crise político-financeira que afeta o clube seria o motivo principal para tal decisão.

 

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo