Blog

Tropeço no Carioca vira alerta para o Vasco na Libertadores

O Vasco não conseguiu segurar o ímpeto do Botafogo no segundo tempo do clássico da última quarta-feira e acabou derrotado por 3 a 2 em um jogo eletrizante, se despedindo da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Agora, o Estadual só volta à cena na próxima semana, com as semifinais gerais.

Após a partida, o técnico Zé Ricardo avaliou os problemas do time e, assim como os jogadores, deu a palavra para que todos aprendam as lições do tropeço visando objetivos maiores, como a fase final do torneio e, principalmente, a Copa Libertadores.

Na visão do treinador, os erros nas jogadas aéreas custaram muito caro aos vascaínos. O lance que originou o terceiro gol deixa isso evidente. Já no segundo tento botafoguense, Luiz Fernando é lançado e consegue dominar com facilidade dentro da área, antes de fuzilar para o gol.

Zé Ricardo viu alguns problemas de posicionamento de seu sistema defensivo (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

“Precisamos melhorar. Ainda temos chances de conquistarmos títulos, mas pecamos em alguns aspectos que temos que trabalhar melhorar. Questão de posicionamento”, explicou Zé Ricardo em sua entrevista coletiva.

“É um aglomerado de coisas. A gente sabia que o Botafogo iria tentar criar as chances nas bolas paradas. Temos que tentar focar nos caras que vão atacar a bola. A gente tem treinado esse lances das laterais. É ter um pouco mais de atenção”, analisou o zagueiro Paulão.

Outro fato que chamou a atenção no clássico foi a postura de Riascos após marcar seu gol, que se negou a comemorar. Questionado sobre a decisão, o atacante disse estar inconformado com com algumas coisas que estão acontecendo, não revelando o motivo. “Quando não estamos conformados com alguma coisa, ficamos assim, muito sério”, disse o jogador.

Nos bastidores do clube a informação é que a insatisfação se deve a três meses de salários atrasados. O vice-presidente de futebol, Fred Lopes, disse que vai conversar com o jogador. “Fomos pegos de surpresa, pois não havia nenhuma sinalização anterior de insatisfação. Vamos conversar na sexta-feira, depois da folga”, comentou.

O Vasco vem enfrentando sérios problemas financeiros desde que Alexandre Campello assumiu a presidência do clube e encontrou algumas dívidas. O assunto dos atrasos salariais vem sendo tratado internamente.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo