Blog

Sobre crianças e ídolos: Arthur, Gabriéis e o verdadeiro sentido do futebol

Para muito além do campo, bola e o grito de gol, o futebol é inspiração, lazer e sonho de uma vida melhor para milhares de jovens espalhados pelo Brasil. Mais do que um mero jogo, o esporte que amamos tem papel social crucial, sendo alento e esperança para crianças e famílias das mais variadas origens ou classes. Ao longo desde mês de março, testemunhamos algumas histórias que aqueceram nossos corações e nos emocionaram, independente das camisas que vestimos ou times que torcemos. Vamos relembrá-las:

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Nos primeiros dias do mês, ​conhecemos a história de Gabriel Varandas, garoto de 13 anos que se apoiou em seu amor pelo Fluminense para superar duas graves doenças em sequência: um tumor cerebral e uma meningite. A paixão do jovem pelo clube carioca foi usada por sua família como ferramenta em sua terapia, já que as duas enfermidades causaram sequelas na fala e na memória de Gabriel. Recuperado, o tricolor teve a chance de conhecer seu maior ídolo, Fred, em um encontro bastante emocionante com direito a ‘pedido’ de retorno ao Flu.

Nesta semana, três histórias marcantes – duas no Rio de Janeiro e uma em Minas Gerais – emocionaram diversas torcidas. A começar pelo jovem Gabriel Gonzaga, de apenas 10 anos, que foi da emoção à tristeza ao ter a camisa atirada pelo atacante Alerrandro, do Atlético-MG, tomada por outro torcedor do clube. O choro do jovem foi registrado pelas câmeras da TV e viralizou nas redes sociais, ​gerando comoção. Graças a mobilização das torcidas, o torcedor-mirim foi achado e convidado a passar um dia na Cidade do Galo, conhecendo as instalações do clube e recebendo presentes de seus ídolos, Alerrandro e Luan.

Na Cidade Maravilhosa, o menino Arthur, de apenas 7 anos, entrou em campo ao lado de seu ídolo Gabriel Barbosa. De origem humilde, o jovem rubro-negro é sensação nas redes sociais por suas dancinhas, sobre o nome artístico de ‘Nego Ney’. Desde então, o garoto tem feito parte de diversas ações do clube, participando inclusive do evento de lançamento do novo uniforme do ​Flamengo, divulgado na última sexta (22).

Também do Rio de Janeiro, mas construída em General Severiano, conhecemos neste domingo (24) a história de outro Gabriel, este apaixonado pelo ​Botafogo. Portador de Síndrome de Down, o garoto de 15 anos celebrou seu aniversário com o Alvinegro como tema, recebendo de presente um vídeo personalizado gravado por Pimpão. Sua reação emocionada ao ver o parabéns especial enviado por seu ídolo levou o Glorioso a um presente maior: Gabriel foi convidado para assistir um treino, onde ganhou abraços e uma camisa oficial do atacante. Pé quente, esteve nas arquibancadas do Nilton Santos na última quinta (21), testemunhando a goleada da equipe sobre a Portuguesa, com direito a gol de Pimpão.

Todas essas histórias emocionantes e inspiradoras nos fazem refletir sobre o verdadeiro significado do futebol. Ainda que cada vez mais mercadológico e distanciado das classes populares, ainda que cada vez mais violento e perigoso nas arquibancadas, sua essência continua sendo entreter e transformar vidas

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo