Blog

Sob pressão, Vasco quer ir forte para o clássico O Dia

Rio – A pressão faz parte da rotina diária do Vasco. Embora tenha deixado a zona de rebaixamento do Brasileiro, com 30 pontos, ocupando o 16º lugar, ao empatar em 1 a 1 com o lanterna Paraná, o fantasma da Série B volta a assombrar o clube a cada tropeço. No clássico diante do Botafogo, terça-feira, no Engenhão, o Cruzmaltino tem a chance de criar uma ‘gordurinha’ e se afastar do Z-4.

“Esta semana será muito importante, sabemos da importância do clássico. Temos que fazer uma boa partida, conseguir os três pontos e ganhar moral para a continuidade do campeonato”, disse Luiz Gustavo.

O zagueiro já sentiu na pele a tensão do delicado momento. Em setembro, ele foi abordado na saída do CT do Almirante, em Vargem Pequena, e foi intimidado por alguns torcedores, após a sequência de quatro derrotas sob o comando de Alberto Valentim. Na chegada ao Rio, na terça-feira, a delegação foi recebida por protestos de cinco torcedores, que bateram boca e trocaram empurrões com os seguranças do clube.

“Assim como os torcedores, nós estamos chateados. Queríamos vencer. No Campeonato Brasileiro, todos os jogos são difíceis. Temos que levantar a cabeça e ter a consciência de que o (Alberto) Valentim está fazendo um bom trabalho e estamos melhorando. Todos abraçaram a causa”, afirmou o zagueiro.

A cobrança interna, em conversas entre os jogadores, complementa os treinos. Alheio a indefinição política, por conta da anulação da eleição de 2017, o grupo conta com o apoio do torcedor para eliminar o risco de queda, hoje de 40%. “Temos que ter foco no objetivo. Estamos chateados, mas temos que nos concentrar para sair dessa situação”, destacou Luiz Gustavo.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo