Blog

São Paulo terá desfalque importante contra o Palmeiras; veja provável time

Este domingo (7) será decisivo para o São Paulo. O Tricolor decide seu destino no Campeonato Paulista a partir das 16h, quando enfrenta o Palmeiras, no Allianz Parque. Os comandados de Cuca precisam de uma vitória simples para ir à decisão do torneio estadual, após empatar o jogo de ida por 0 a 0 no Morumbi. O jogo marcará a estreia do técnico Cuca no comando do time e, logo em seu primeiro jogo à frente dos comandados, o treinador já terá um problema para resolver.

O atacante Pablo sentiu dores durante a semana e está sem condições de atuar. Portanto, ficará fora do jogo de volta da semifinal do Paulistão, contra o Palmeiras. O atleta não conseguiu se recuperar por completo de um problema na panturrilha direita e acabou sendo vetado pelos médicos são-paulinos. O jogador é mais um dos vários desfalques que o Tricolor já teve nesta temporada. 

Cuca chegou a levar Pablo para o treino aberto do Morumbi neste sábado, em uma tentativa de despistar a comissão técnica do Verdão. ​O jogador chegou a participar dos treinos dessa sexta-feira (5​), mas ficou fora das atividades desde terça. Com a ausência de Pablo, a tendência é que Cuca escale Éverton no comando de ataque, com Everton Felipe e Antony. Everton seria improvisado no comando do ataque, já que é um jogador mais de lado de campo.

Desta forma, o provável Tricolor para entrar em campo neste domingo (7), para buscar a classificação contra o Alviverde é: Tiago Volpi, Hudson, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Liziero e Igor Gomes; Antony, Everton e Everton Felipe (Gonzalo Carneiro). O São Paulo tentará quebrar um tabu enorme contra o Palmeiras, tanto no Campeonato Paulista, no qual não vence o Alviverde há dez anos, quanto no Allianz Parque, onde nunca teve um resultado diferente da derrota.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo