Blog

Santos sofre com “falso 9” enquanto vê centroavantes emprestados serem artilheiros

​No clássico contra o Corinthians, no último domingo, nada menos do que quatro jogadores fizeram a função do chamado “falso 9” no time do ​Santos. De início, Cueva foi escolhido. Depois, vieram Jean Mota, Soteldo e Derlis González. Isso é resultado, ainda, da ausência, no grupo, de um centroavante que resolva os problemas dentro de campo. Enquanto este nome não é encontrado, dois atletas que estão emprestados pelo clube, ao menos neste início de temporada, vão dando conta do recado.

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Diego Cardoso foi o principal destaque do Guarani no Campeonato Paulista. Até aqui, ao lado do próprio Jean Mota e de Rafael Costa, do Botafogo, ele é um dos artilheiros do torneio com sete gols marcados. Por isso, já está sendo monitorado de perto pelo setor de análise do Peixe e, claro, tem desejo de retornar à Vila Belmiro. Por sua vez, Rodrigão vem aproveitando a oportunidade no Coritiba, é artilheiro do Campeonato Paranaense com seis gols e ainda tem uma bola na rede na Copa do Brasil.

Ambos possuem 25 anos, e a curiosidade é que possuem o mesmo número de gols que o melhor atacante santista, Derlis González. Já Soteldo, Rodrygo e Copete, juntos, marcaram somente seis vezes. Por sua vez, os centroavantes que no momento compõem o elenco santista não inspiram a mínima confiança no técnico Jorge Sampaoli. Felippe Cardoso desperdiçou várias oportunidades de mostrar serviço, enquanto Yuri Alberto perdeu espaço. Por sua vez, Eduardo Sasha está lesionado, e Kaio Jorge recebem começa a ganhar chances. Talvez a saída, se não vier ninguém de mais nome, seja olhar mesmo para quem é do clube, mas que no momento veste outra camiseta.

Para mais notícias do Santos, clique aqui.

Foto: Santos / Divulgação

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo