Blog

Sangue novo: quem são os jogadores que pedem passagem no time do Grêmio

​Jogo após jogo, rodada após rodada, dois jovens jogadores se firmam cada vez mais e pedem passagem no time do ​Grêmio. Amigos longe das quatro linhas, Matheus Henrique e Jean Pyerre levam para dentro de campo a sintonia e, invariavelmente, melhoram o desempenho do time quando recebem uma oportunidade do técnico Renato Gaúcho.

Da parte do treinador, os elogios à dupla têm se intensificado. “Qualquer clube brasileiro vive da base. Mas tem que saber formar o jogador para chegar ao profissional e o clube ganhar dinheiro com os garotos. Tem alguns que estão aparecendo, soltado na hora certa e estão dando conta. O Jean e o Matheus estão enchendo os olhos. Não são mais promessas, já estão mostrando o valor deles. Sempre a gente observa, traz ao profissional. Esse trabalho está sendo feito há dois anos e é muito bom. Prova é que o clube está vendendo e formando”, disse ainda no final do ano passado.

Matheus Henrique, por exemplo, foi o melhor homem do Grêmio na vitória por 1×0 sobre o Inter no Gre-Nal 418, na Arena, pelo Gauchão. Dono do jogo, ele ditou o ritmo do time, participou de quase todas as saídas de bola e ainda cavou a expulsão do amigo Nonato. Sua entrada entre os 11 iniciais já é defendida por boa parte da torcida – a disputa por uma vaga é diretamente com Michel e Maicon.

Já Jean Pyerre tem sido bem mais regular em 2019, evitando atuações boas com outras apagadas logo em seguida. Como armador, ele vai fazendo “o time jogar” com passes precisos, dinâmica e assistências, como foi o caso para Thonny Anderson na última quarta-feira diante do Pelotas, fora de casa, na vitória por 2×0 pela última rodada da primeira fase do Gauchão.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo