Blog

Sampaoli dá méritos ao Corinthians e critica a atuação do Santos

O Santos saiu atrás na briga por uma vaga na final do Campeonato Paulista 2019. Neste domingo (31), o Peixe perdeu para o Corinthians por 2 a 1, no Itaquerão, pelo duelo de ida das semifinais do torneio. Em um clássico que foi ​antecedido por polêmicas, o Santos teve dificuldades contra a forte marcação do Corinthians e não conseguiu impor seu jogo ofensivo como gosta o técnico Jorge Sampaoli. Após o duelo, o ​treinador concedeu entrevista coletiva para falar sobre o jogo. No seu depoimento, ele admitiu o mérito do Corinthians e criticou a atuação do seu time.

O resultado é mérito do rival. O Corinthians jogou como quis. O Corinthians prevaleceu. Não nos atacou, mas nos neutralizou. Isso nos incomodou e nós não tivemos resposta. Mérito do rival”, destacou o treinador, que também falou sobre a atuação do setor ofensivo do Peixe no clássico. O argentino evitou criticar os homens de frente do Santos e entendeu que o problema foi mais coletivo do que individual.

O plano do jogo era ter Cueva de falso 9, com Sanchez e Derlis abertos. Mas a verdade é que não tivemos muitos momentos ofensivos no primeiro tempo. Por isso trocamos no segundo tempo […] Mas Carlos [Sanchez], Derlis, Soteldo, Rodrygo, o que importa é como a bola chega até eles. O problema esteve na construção do jogo, nas condições em que esses jogadores receberam a bola”.

Sampaoli também aproveitou para já projetar o duelo de volta, na segunda-feira (8). Na opinião dele, o Santos terá que evoluir ofensivamente se quiser conseguir a classificação. “Temos que pensar em atacar no segundo jogo, porque o Corinthians é um time que gosta de se defender, vamos ter que ser muito criativos na partida de volta. Hoje nos vimos neutralizados e nisso vamos ter que trabalhar. Houve momentos em que Vagner Love e Clayson defendiam junto com os laterais. Contra um rival que se multiplica para marcar, nós temos que ter outras alternativas

O embate de volta é na segunda-feira (8), 20h, no Pacaembu. O Corinthians pode até empatar o jogo que avança para a final do Paulistão. O Peixe, se quiser conseguir a vaga, precisa vencer por dois ou mais gols de diferença, ou então vencer por um gol de diferença para levar a disputa para os pênaltis. O vencedor do confronto pega Palmeiras ou São Paulo na final.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo