Blog

Rocha pede paciência com Diego Souza: “Tem que ter uma adaptação”

Ciente da má fase de Diego Souza no São Paulo, o Vasco tentou nos últimos dias a contratação do meia-atacante, mas não entrou em acordo com o clube do Morumbi. Diante das críticas e cobranças por parte da torcida, o coordenador de futebol Ricardo Rocha pede paciência com o atleta e defende sua manutenção no elenco tricolor.

“Eu gosto do Diego Souza. É muito cedo o que estão fazendo com os jogadores do São Paulo. São dois meses de casa para alguns jogadores e já tem uma crítica forte. Tem que ter uma adaptação. Por mim, o Diego Fica. É um ótimo jogador”, afirmou o dirigente ao canal Fox Sports, nesta segunda-feira.

Diego Souza perdeu espaço no time titular após a chegada de Diego Aguirre (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Na última sexta-feira, Diego Souza não foi a campo durante o treino com os reservas após a eliminação para o Atlético-PR na Copa do Brasil e ficou de fora da lista de relacionados para o duelo com o Ceará, que terminou empatado por 0 a 0 no domingo, em Fortaleza, o que aumentou os rumores sobre sua saída.

O clube carioca fez uma proposta de empréstimo até o fim do ano pelo camisa 9, desde que o São Paulo arcasse com a maior parte dos salários. O Tricolor não topou o negócio e avisou que só o liberaria se o Vasco pagasse os vencimentos do atleta e ainda cedesse o meia Evander. O Cruz-Maltino, em debilitada situação financeira, não deu prosseguimento à tentativa de contar novamente com Diego Souza.

Seguindo o discurso do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, Ricardo Rocha enfatizou que foi o Vasco que se manifestou primeiro a favor da negociação e que o São Paulo não deseja negociar o reforço contratado ao custo de R$ 10 milhões em janeiro.

“O São Paulo não procurou ninguém. O Vasco mostrou interesse. O Vasco procurou o São Paulo para ter uma conversa. O São Paulo escuta qualquer jogador que tem uma proposta. Ficou meio a meio essa conversa, não ficou definida ainda. (O Vasco) mostrou interesse, mas o São Paulo não quer se desfazer de seus jogadores”, concluiu.

Aos 32 anos, o meia-atacante perdeu espaço na equipe após a chegada do técnico Diego Aguirre, que vem optando por Tréllez na vaga de centroavante e Nenê na armação. Em 17 partidas pelo São Paulo, Diego Souza acumula apenas três gols.



Mais vídeos em
videos.gazetaesportiva.com

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo