Blog

Reportagem da TV Globo aponta irregularidades em contas do Cruzeiro

Este domingo (26) foi realmente um dia para se esquecer para o torcedor do Cruzeiro. Dentro de campo, a equipe perdeu para a Chapecoense por 2 a 1, no Independência, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O revés deixou a Raposa colada na zona de rebaixamento, na décima sexta posição, com apenas seis pontos (​confira aqui o que disse Mano Menezes após o jogo). Para piorar as coisas para a Nação Azul, fora de campo, o clube sofreu uma séria denúncia.

Na noite deste domingo (26)​, o programa “Fantástico”, da TV Globo, exibiu uma ​matéria que, além de indicar uma dívida de meio bilhão de reais do Cruzeiro, ainda apontou um fato grave. Segundo a reportagem, algumas transações realizadas pelo clube estrelado foram irregulares. Uma delas teria envolvido um menor de idade em uma negociação de forma ilegal, pela lei brasileira.

Segundo a reportagem, o Cruzeiro teria repassado 20% dos direitos de Estevão William, o Messinho, jogador de 12 anos das categorias de base, para o empresário Cristiano Richard, para pagar uma dívida. Pela lei brasileira, isso é ilegal, pois negociar serviços de menores de 16 anos é proibido por lei. Outra irregularidade que teria sido cometida pelo clube é a negociação de direitos do atacante Raniel  com o empresário, que não tem registro na CBF, sendo, portanto, proibido de agenciar jogadores.

No caso de Raniel haveria também outra irregularidade. A FIFA proíbe que agentes sejam donos de percentuais de jogadores de futebol, que é o caso. A situação de Messinho pode fazer o Cruzeiro ser proibido de contratar jogadores. A reportagem também indicou limitações dadas pela diretoria aos Conselhos Fiscal e Deliberativo, órgãos responsáveis pela fiscalização das finanças cruzeirenses. O Conselho Fiscal era composto por três pessoas: Celso Luiz Chimbida, Geraldo Luiz Brinat e Ubirajara Pires Glória. 

Os três renunciaram em 8 de maio, porque a diretoria aprovou uma regra que excluía a necessidade de fornecer documentos físicos ao conselho. Já o Conselho Deliberativo teria sido influenciado por alguns benefícios concedidos aos membros, além de uma remuneração. De acordo com a TV Globo, pelo menos 18 conselheiros receberam uma quantia em dinheiro da diretoria estrelada.

Horas antes de a matéria ir ao ar, o ​Cruzeiro emitiu uma nota oficial para falar a respeito do assunto. No comunicado assinado pelo presidente do clube, Wagner Pires de Sá, a Raposa em nenhum momento nega o que foi alegado na reportagem, mas critica os membros da oposição por terem vazado documentos que seriam sigilosos e reforça que a diretoria do clube está se esforçando para sanar as dívidas da agremiação

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo