Blog

Querem mesmo tirar a taça do Mundial do Corinthians? Advogado revela objetivo no processo

O ​Corinthians levou um grande susto nesta quarta-feira (20) fora das quatro linhas. Por 3 votos a 0, a Justiça de São Paulo suspendeu um recurso do time paulista que visava impedir a penhora do troféu de campeão Mundial. Com isso, em tese, o principal troféu corinthiano pode ser leiloado a qualquer momento para o pagamento de uma dívida que o clube tem em torno de R$ 2,5 milhões com o Instituto Santanense de Ensino.

Todavia, o advogado que defende a instituição garante que o objetivo não é ficar com a taça:  “Nunca teve maldade de nossa parte, nem a taça do Mundial de Clubes foi nossa primeira opção. A Justiça notificou o Corinthians para pagar a dívida, mas o clube não pagou nem indicou um bem para penhora”, revelou o advogado Adelmo Emerenciano em entrevista à Folha de São Paulo.

Sem opções de outras fontes de recursos, Adelmo não teve alternativas a não ser pedir a penhora do troféu: “Nossa opção, então, foi pedir a penhora da taça. Mas nosso objetivo nunca foi arranhar a imagem do clube. E o próprio Corinthians poderia pedir a substituição do bem por outro de valor equivalente”.

Em nota oficial, o Timão garantiu que ainda não foi intimado oficialmente sobre a penhora. Confira:  “O Sport Club Corinthians Paulista informa que não foi intimado pela Justiça sobre qualquer decisão acerca do recurso atinente à penhora da taça do Mundial de 2012 e, portanto, não teve acesso ao teor da suposta decisão veiculada por alguns veículos de comunicação na rede mundial de computadores.

A agremiação trabalha para solucionar o caso e reiteradas vezes ofereceu propostas de acordo, inclusive recentemente propôs parcelamento do valor da referida dívida alegada pelo Instituto Santanense em 6 vezes, à semelhança do que é autorizado por Lei em casos de execução.

O clube aguardará a decisão da Justiça acerca do pedido de parcelamento, bem como aguardará a publicação do acórdão referente à penhora, para voltar a se manifestar. De todo modo, o Corinthians assegura a sua torcida que o imbróglio judicial será resolvido e não considera que a prestigiada e inestimável taça esteja em risco, sendo a penhora medida que tem como único intuito gerar efeito midiático infundado que não condiz com as tratativas que até então vinham sendo mantidas”.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo