Blog

Outra chance de ouro para Valdir Bigode no Vasco O Dia

Rio – Com a procura pelo sucessor de Jorginho em compasso de espera, Valdir Bigode terá uma grande chance, segunda-feira, contra o Ceará, de mostrar serviço e provar que pode ser efetivado como técnico do Vasco. Atualmente como interino, ele goza de prestígio com os jogadores e é visto pela diretoria como uma boa opção, embora não seja, no momento, a prioridade.

Esta será a quarta partida de Valdir Bigode no comando do Vasco desde 2017 soma uma vitória e dois empates. Na última, em substituição a Zé Ricardo, o auxiliar dirigiu o time contra o Cruzeiro e foi elogiado após o 1 a 1, no Mineirão, criando a expectativa de ficar no cargo até a parada para a Copa do Mundo. Mas a contratação de Jorginho mudou os planos.

A prioridade da diretoria cruzmaltina ainda é Abel Braga, mas outros nomes corem por fora, como Jair Ventura, Vanderlei Luxemburgo e Roger Machado. Alberto Valentim, ex-Palmeiras e Botafogo, surgiu, ontem, como outro candidato, já que foi demitido pelo Pyramids, do Egito, após se desentender com o presidente do clube, o xeque árabe Turki al-Sheikh. Um dos empecilhos para a vinda de um medalhão é a questão financeira. Há uma corrente no clube favorável à chegada de um profissional mais jovem.

CONTAS BLOQUEADAS

A Justiça do Rio aceitou, ontem, pedido de penhora feito pelo ex-jogador Edmundo, referente a um acordo com o Vasco, em 2015, para o pagamento de R$ 3,2 milhões e que não foi cumprido. Com isso, as contas do clube estão bloqueadas. A diretoria, que vai recorrer da decisão, alega que as parcelas deixaram de ser pagas na gestão passada. A ação trabalhista foi impetrada por Edmundo em 2001 o valor original era de R$ 2,7 milhões.

 

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *