Blog

Nas graças do chefe: Atacante do Cruzeiro volta a ser elogiado por Mano

​Ainda que a busca pela liderança geral do Mineiro esteja difícil – América e Atlético-MG precisam tropeçar nos dois jogos que ainda têm por disputar -, o Cruzeiro cumpriu a primeira parte de sua missão no último sábado (16), ao bater o Tupi por 3 a 0. Aislan (GC), Fred e Egídio anotaram os gols do time celeste, placar que sacramentou o rebaixamento do tradicional clube de Juiz de Fora ao Módulo II do Estadual.

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Ainda que não tenha balançado as redes ou dado assistências na partida, um dos atletas mais elogiados por Mano Menezes no pós-jogo foi Marquinhos Gabriel. Contratado na última janela de transferências, o atacante somou seu oitavo jogo com a camisa celeste e já caiu nas graças da comissão técnica, muito em função de sua importância tática ao time.

Como destaca o ​UOL Esportes, o camisa 20 foi bastante acionado contra o Tupi, criando jogadas agudas no ataque. Construir para outro companheiro finalizar é justamente o ponto forte de Marquinhos Gabriel neste início de trajetória pelo Cruzeiro, sendo o segundo atleta do elenco com mais chances criadas (12), atrás somente de Robinho (15).

“Acho que a gente procurou resgatar um pouco dele mesmo [Marquinhos Gabriel] como jogador. No início da carreira, ele era mais um jogador pelo lado esquerdo, por dentro. Ele dá profundidade para a equipe, dá jogada individual pelo lado esquerdo. A gente precisa muito desse tipo de jogada com o Fred por dentro”, afirmou Mano.

Não foi a primeira vez em que Mano rasgou elogios ao atacante. Em fevereiro, ​o treinador já tinha atentado ao potencial do reforço, que traz características importantes (velocidade, por exemplo) para o sistema ofensivo celeste, formado em sua maioria por veteranos.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo