Blog

Jorginho é apresentado no Vasco: “Estou muito feliz por retornar”

O Vasco apresentou, nesta quinta-feira, o técnico Jorginho, que chega para substituir Zé Ricardo no comando da equipe. O novo treinador cruzmaltino já teve passagem pelo clube e exaltou o retorno a São Januário.

“Estou muito feliz por retornar a uma casa onde tive uma história como atleta maravilhosa. Conquistamos dois títulos importantíssimos ao Vasco. Que bom que não estou chegando num momento tão difícil como o de 2015. É com muita alegria que retorno ao Vasco. Ver os torcedores me parando, abraçando, lembrando dos 34 jogos invictos. É tudo isso que vamos viver. Uma das coisas que me marcaram aqui é a força dessa torcida. Ela é muito forte. É um momento fundamental que precisamos demais do treinador, precisamos estar juntos. Chegávamos em alguns lugares com aeroportos lotados. Essa é a força do Gigante da Colina”, disse.

Jorginho minimizou os problemas que o Vasco tem tido e afirmou que os cruzmaltino vai surpreender na temporada. “Vamos chegar a uma posição que muita gente pode se surpreender. Sabemos o potencial desse grupo”, declarou.

O técnico comemorou a parada para a Copa do Mundo, pois assim terá tempo para trabalhar. Jorginho ressaltou a importância de ajustar a parte defensiva da equipe carioca.

Jorginho está indo para a sua segunda passagem no Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

“Aqui, teremos uma parada que é fundamental neste momento para que possamos trabalhar, implementar nossa filosofia de jogo. Agora, o Vasco é esse time de raça, time de garra. Isso não pode faltar. É um time que luta o tempo todo. A estatística mostra que somos uma equipe que já fez muitos gols esse ano, mas já tomamos quase que a mesma medida de gols. Eu costumo brincar que quando batemos uma pelada organizamos primeiro lá atrás”, comentou.

Por fim, Jorginho explicou a saída do Ceará e rechaçou que tenha qualquer contato dos dirigentes cruzmaltinos enquanto esteve a frente da equipe cearense. “Essa minha decisão foi pessoal. Eu precisava estar no Rio de Janeiro. Não é fácil, porque foi bem curta. Ao terminar o jogo em casa, contra o Cruzeiro, chamei meu executivo e comuniquei. Ele não entendeu. Meia noite, eu estava no hotel, o presidente chegou e conversamos. Ele disse que era normal eu pedir demissão. Expliquei para ele os motivos da importância de estar no RJ. Ele compreendeu. No dia seguinte, às 11h30, eu estava assinando a rescisão no Ceará”, falou.

Jorginho comanda seu primeiro treino nesta seta-feira e estreia no sábado, quando o Vasco recebe o Sport, em São Januário. Os cruzmaltinos estão com 12 pontos no Campeonato Brasileiro, no meio da classificação.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo