Blog

Jogadores do Bahia pedem desculpas e apoio aos torcedores

Nessa sexta-feira (15), cinco lideranças do elenco do Bahia vieram a público pedir desculpas aos torcedores. O time passa por um ​momento ruim neste começo de temporada e pode terminar o final de semana fora da próxima fase do estadual.

Em coletiva no Fazendão, os jogadores Anderson, Lucas Fonseca, Nilton, Gilberto e Fernandão, garantiram mudanças nos próximos jogos e pediram o apoio da torcida para superar esta fase.

“Viemos hoje para pedir desculpa. Não deveria falar aquilo que falei após o jogo. A torcida ficou chateada e eu peço desculpa. Precisamos do torcedor junto da gente. Estamos com a humildade de reconhecer os nossos erros. Deixamos a desejar, mas as coisas vão mudar.”, comentou o atacante Gilberto, destaque do time neste começo de temporada.

Fernandão, ídolo da torcida do Tricolor de Aço, também fez um apelo aos torcedores. O jogador não vem atuando devido a uma lesão. 

“Todos nós sabemos o quanto a torcida influencia dentro de campo. Não temos racha dentro do clube entre os jogadores. Sabemos do projeto que foi criado e confiamos nele. Mas para que isso seja concretizado necessitamos do apoio da torcida com o grupo inteiro, não com um atleta individual”.

O experiente zagueiro Lucas Fonseca recordou outros períodos em que a torcida foi importante e pontuou o “que estamos fazendo é assumir nossos erros e pedindo esse apoio”.

O goleiro Anderson respondeu aos questionamentos em relação ao investimento financeiro feito pelo clube para melhorar o elenco. “Futebol é resultado. Pegar número não vence partida. Viemos aqui, não para dar desculpas, porque estamos errados. Apenas não queremos estar brigando com o torcedor, nem entrar em campo debaixo de vaias. Só queremos vencer as partidas e dizer que juntos somos mais fortes”, terminou.

No final da coletiva, o presidente do tricolor, Guilherme Bellintani, falou sobre os três motivos que o fizeram garantir a manutenção do técnico Enderson Moreira, que são os bons resultados na temporada passada, o pouco tempo de trabalho neste ano e a boa avaliação dos setores envolvidos com o futebol. 

Após defender a permanência do técnico, o presidente ressaltou “se os resultados continuarem sem acontecer a gente precisa mudar. Isso tudo que eu estou falando aqui, eu falo com o treinador”. 

O próximo desafio do Bahia vai ser fora de casa contra o Jequié, nesse domingo, 17. O jogo pode marcar a desclassificação do time no Baianão ou o início de uma recuperação. “Estamos focados, acreditamos na classificação e, se ela vier, sabemos que vamos chegar forte”, finalizou Bellintani.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo