Blog

Hora da virada para o Vasco na Libertadores O Dia

Rio – Com a sobrevivência em jogo na Libertadores, o Vasco tem a obrigação de buscar a reação fora de casa após a derrota para a Universidad de Chile, em São Januário. Na quarta-feira, visitará o Cruzeiro, no Mineirão, e o Racing (ARG), dia 19, no Estádio Presidente Perón.

O clima de decisão já alimenta o duelo em Belo Horizonte. Um novo tropeço na sequência longe de casa pode deixar os comandados de Zé Ricardo com a corda no pescoço. Como a equipe mineira vem de derrota para o Racing, a pressão pela vitória aumenta pelos dois lados.

“No segundo jogo, o Cruzeiro, que perdeu também, vai vir com muita vontade. Mas vamos para tentar a vitória. O Cruzeiro está em boa fase. Ano passado conseguimos, só que era outro contexto. Mas temos que pensar em vencer”, avaliou Zé Ricardo.

Líderes do Grupo 5, com três pontos, Universidad de Chile e Racing se enfrentam no dia 19, em Santiago. Além de secar os concorrentes, o Vasco reassume o compromisso de somar 100% dos pontos nos próximos dois jogos na Colina.

VAGA CONTRA A CRISE

A grave crise financeira aumenta a importância da classificação para a próxima fase da Libertadores. Depois de lucrar R$ 2,6 milhões na primeira fase, o Vasco já tem garantidos cerca de R$ 5,9 milhões pela participação na fase de grupos.

A vaga nas quartas de final renderia cerca de R$ 2,5 milhões. Além do prestígio, o avanço na competição intercontinental fará muito bem aos cofres do clube, que ainda deve férias, 13º salário e direitos de imagem para parte do elenco. Martín Silva renegociou a dívida em novo acordo. Wagner segue o mesmo caminho. A meta da gestão de Alexandre Campello é zerar os débitos.

 

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo