Blog

Guerrero perde último recurso e ainda não poderá voltar a jogar futebol

O atacante Paolo Guerrero, que atualmente está no ​Internacional, perdeu o último recurso impetrado junto à CAS (Corte Arbitral do Esporte) e ainda não poderá a voltar a jogar futebol. O órgão negou a apelação do atleta peruano para que sua punição fosse suspensa e, assim, ele permanecerá impedido de atuar nos gramados até abril, quando se encerra a pena aplicada de 14 meses.

​​

O peruano primeiro foi suspenso em 2017, quando defendia o Flamengo, por conta da utilização de substância proibida na partida entre Argentina e Peru que terminou empatada por 0 a 0, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. Na ocasião, o exame antidoping deu positivo para a utilização de Benzoilecgonina, um metabólito da cocaína, e o atleta foi afastado preventivamente.

Inicialmente punido por um ano, o atleta recorreu e teve sua pena reduzida para seis meses. No entanto, pouco depois uma nova decisão do CAS ampliou a punição para 14 meses, após pedido do WADA (sigla em inglês para Agência Mundial Antidoping). A partir daí, uma nova batalha jurídica foi iniciada para que o jogador pudesse disputar a Copa do Mundo. Em decisão surpreendente, o Tribunal Federal da Suíça concedeu efeito suspensivo para que o jogador pudesse atuar na Rússia.

Classificado para o Mundial de 2018 com a seleção peruana, o atacante pode, assim, disputar a principal competição de futebol do planeta. Em três partidas, marcou um gol na vitória por 2 a 0 sobre a Austrália, pela última rodada do Grupo C. Nos demais duelos, foi derrotado por 1 a 0 pela Dinamarca e pela França, que se sagrou campeã. Após o torneio, o efeito suspensivo foi derrubado e a punição continuou a ser aplicada.


Por isso, o atacante colorado impetrou novo recurso junto ao CAS que foi negado nesta quinta-feira (7). Ele já foi liberado para treinar, mas não pode entrar em campo, nem mesmo para partidas festivas, como ocorreu no final do ano. Convidado por D’Alessandro e Emerson Sheik para amistosos beneficentes em dezembro do ano passado, teve sua participação vedada até abril.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo