Blog

Grupo de Júlio Brant pede anulação da eleição do Vasco

O processo eleitoral do Vasco parece não ter fim. O advogado Alan Belaciano, ligado ao grupo “Sempre Vasco”, que tinha Júlio Brant como cabeça da chapa, entrou com um pedido de anulação da eleição. A movimentação aconteceu na 52ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) e caberá a juíza Maria Cecília Pinto Gonçalves, a mesma magistrada que anulou a polêmica urna 7 do pleito, decidir sobre o caso.

O advogado pede a tutela antecipada, o que poderia provocar rapidamente a anulação da eleição. Em novembro o candidato a reeleição, Eurico Miranda, ganhou o pleito. Porém, Brant conseguiu na Justiça a anulação da Urna 7 e foi considerado o vencedor. Porém, a eleição vascaína não é de forma direta. O ganhador ainda precisa ser eleito pelo Conselho Deliberativo. Em uma manobra histórica no clube, pela primeira vez o resultado das urnas não foi confirmado pelo Conselho Deliberativo e Alexandre Campello, que havia inclusive desistido de concorrer, foi levado ao cargo de presidente, supostamente com o apoio de Eurico.

Julio Brant acabou derrotado nas eleições para Campello (Foto: Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Após essa situação, vários processos foram abertos, incluindo o famoso processo do HD, que contém supostas provas de irregularidades na admissão de sócios. Em depoimento na Justiça, um ex-funcionário do clube afirmou que não preciso pagar pelo título do clube e nem pelas mensalidades, tendo como única condição para permanecer no quadro de associados ter que votar em Eurico Miranda.

O conturbado momento político do clube ganha ainda mais força com os maus resultados dentro de campo. O Vasco perdeu a final do Campeonato Carioca para o Botafogo quando vencia até os acréscimos do segundo tempo. Além disso, foi eliminado na fase de grupos da Copa Libertadores, está na parte intermediária da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro e foi derrotado por 3 a 0 pelo Bahia no confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Dentro de campo o elenco do Vasco foi liberado para um período de descanso. A volta aos trabalhos acontecerá apenas no dia 25 de junho. Os treinos estavam programados para o Espírito Santo, porém, a decisão foi da comissão técnica anterior e por conta de problemas de organização, os atletas permanecerão no Rio de Janeiro.

O próximo jogo do Vasco será somente em 16 de julho, quando o time recebe o Bahia, no Rio de Janeiro, pela rodada de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Com a derrota por 3 a 0 na ida, o Cruz-Maltino vai precisar golear por quatro ou mais gols de vantagem se quiser um lugar nas quartas. Pelo Campeonato Brasileiro o próximo desafio será em 19 de julho, também na capital carioca, quando acontece o clássico contra o Fluminense. O time vascaíno é o 11º colocado com 15 pontos.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo