Blog

Gatito pede desculpas por ato de destempero contra o VAR, mas detona arbitragem brasileira: ‘Despreparados’

FBL-LIBERTADORES-BOTAFOGO-ESTUDIANTES | YASUYOSHI CHIBA/Getty Images

Na tarde do último sábado (29), Botafogo e Internacional protagonizaram o duelo que abriu oficialmente a rodada 6 do Brasileirão, com o time gaúcho levando a melhor por 2 a 0, placar construído ainda na primeira etapa. Mas o que aconteceu em nível de campo e bola durante os 90 minutos ficaram em segundo plano nas redes sociais e mesas redondas, já que, infelizmente, testemunhamos mais uma partida imersa em polêmicas e decisões questionáveis da arbitragem.

Moises
2020 Brasileirao Series A: Botafogo v Internacional Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Bruna Prado/Getty Images

Foram dois gols alvinegros anulados – o segundo eles, em decisão amplamente debatida e uso questionável da ferramenta do VAR -, o que gerou grande revolta nos jogadores do Glorioso. Em um ato de destempero após o apito final, Gatito chutou e derrubou a cabine do VAR localizada no gramado, atitude que foi flagrada pelas câmeras e pela transmissão de TV. Horas depois, o goleiro utilizou uma de suas redes sociais oficiais para pedir desculpas e se justificar.

“Assumo que não tive a postura correta ao sair de campo. Todos sabem do meu caráter e tudo que consegui construir até hoje em minha carreira não foi de um dia para outro. Mas de cabeça quente, e com tudo que todos viram nas decisões da arbitragem, fica quase impossível não esboçar qualquer tipo de reação. Os atletas precisam ter o direito de participar desta construção de nova arbitragem no mundo. O que está acontecendo na atualidade não nos satisfaz”, trazia um trecho da publicação.

Confira, na íntegra, a declaração do goleiro alvinegro:

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo