Blog

Entre desfalques e lesões, excesso de problemas preocupa Zé Ricardo

Durante o segundo tempo do empate sem gols com o Cruzeiro o técnico do Vasco, Zé Ricardo, sentiu um certo desespero. Foi quando Paulinho caiu em campo gritando de dor por conta de uma lesão no cotovelo esquerdo. A pequena fratura, diagnosticada minutos depois, aumentou a lista de problemas para a decisão do Campeonato Carioca, no domingo, às 16h(de Brasília), diante do Botafogo no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Durante a semana o treinador já tinha perdido o meia Giovanni Augusto, que sofreu estiramento de grau 2 na coxa esquerda. Os dois jogadores, inclusive, pareciam disputar posição em alguns momentos. Vale lembrar que Rildo está seis meses suspenso por conta da entrada violenta no meia João Paulo, do próprio Botafogo, na Taça Rio, segundo turno do Cariocão. Wágner e Evander, ambos voltando de lesão, ainda não suportam noventa minutos, tanto que cada um jogou um tempo diante da Raposa.

Zé Ricardo conta com quatro desfalques certos para a final do Cariocão (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

“O Wágner vem se desgastando bastante. Foi assim contra o Botafogo e existia o temor de uma lesão se forçássemos mais contra o Cruzeiro. Ele é importante demais para o grupo, assim como é o Evander.  Imaginei que seria um tempo para cada um”, disse Zé Ricardo, que na decisão também não poderá contar com o volante Wellington, suspenso por acúmulo de cartões amarelos.

Assim, é possível que Evander e Wágner tenham que começar a decisão juntos em campo. O primeiro ocuparia a vaga de Wellington. O posto de Paulinho deverá ser preenchido pelo atacante Andrés Ríos, com o time jogando com dois homens de frente, já que o colombiano Riascos tem presença assegurada.

O lateral-esquerdo Henrique, livre de lesão na coxa esquerda e que ficou no banco contra o Cruzeiro, disputa posição com Fabrício. Assim, o esboço de time para o clássico tem: Martín Silva, Rafael Galhardo, Paulão, Frickson Erazo e Fabrício; Leandro Desábato, Evander, Yago Pikachu e Wágner; Andrés Rios e Duvier Riascos.

Nesta sexta-feira o plantel, que foi liberado depois de retornar de Belo Horizonte (MG), participa do treino decisivo em termos de escalação para a finalíssima. No sábado acontece mais uma atividade e logo depois começa o período de concentração. Como ganhou no fim de semana por 3 a 2, o Cruz-Maltino tem a vantagem do empate para ser campeão.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo