Blog

Diretoria do Vasco afasta quarteto após foto polêmica O Dia

Rio – O Vasco voltou ao Brasil com a classificação na Copa Sul-Americana em uma das mãos e com um abacaxi na outra, mas que foi descascado rapidamente pela diretoria. A vitória por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile na despedida da Libertadores ficou em segundo plano. Após uma rápida conversa com o vice de futebol, Paulo Pelaipe, o presidente Alexandre Campello optou por afastar o goleiro Gabriel Félix, o zagueiro Paulão, o volante Wellington e o meia Evander, que treinarão a partir de hoje separadamente dos demais jogadores. O Vasco retoma os treinos pela manhã no CT das Vargens, na Zona Oeste do Rio.

Horas antes do jogo na capital chilena, os quatro publicaram nas redes sociais uma foto ironizando as vaias dos torcedores, com a frase: ‘De quem é a culpa?’. Inicialmente, foram afastados da partida e voltaram ao Brasil antes mesmo do jogo um grupo de torcedores chegou a ir ao aeroporto cobrar os jogadores, mas eles deixaram a área de desembarque por uma saída alternativa. O lateral-direito Rafael Galhardo, o lateral-esquerdo Fabrício e o zagueiro Erazo, que também aparecem na foto, escaparam da punição por não terem compartilhado a imagem nas redes sociais.

A atitude dos dirigentes não combinou com o discurso adotado pelos jogadores no desembarque no Aeroporto Internacional Tom Jobim, ontem à tarde. Alguns deles acreditavam na absolvição dos envolvidos na polêmica.

“Isso tudo ficou fora do campo, nós entramos concentrados, jogamos leves. Foi uma das melhores partidas que fizemos no ano. É claro que vão ter as desculpas publicamente. Quando entramos em campo, jogamos também por eles. Já, já eles estarão de volta e darão a volta por cima”, garantiu o meia Wagner.

“Cometeram um erro. Eles estão nos ajudando no dia a dia. Sofreram uma punição, mas sabemos do profissionalismo deles, das boas pessoas que são e vamos apoiá-los sempre”, afirmou o goleiro Martín Silva.

O uruguaio, que fez sua última partida pelo Vasco antes da Copa será substituído por Fernando Miguel neste período , vibrou com o gol de Pikachu, que nasceu de um passe seu. “Foi muito especial participar do gol do Pikachu. Não é normal um goleiro dar uma assistência. Mais gratificante ainda por ter sido o segundo gol de que a gente precisava tanto para se classificar”, disse ao site oficial do Vasco.

 

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo