Blog

Cruzeiro é novamente punido pela Fifa, desta vez por não pagamento de Willian Bigode

Pedro Vilela/Getty Images

O que era uma possibilidade, agora, é realidade. O Cruzeiro foi novamente punido pela Fifa. E, dessa vez, a sanção tem relação com o atacante Willian Bigode.

O Zorya, da Ucrânia, cobra 1 milhão de euros pela transferência do atleta. E, diante desta dívida, que é reconhecida pela Raposa, conseguiu junto a entidade máxima do futebol mundial que o clube devedor fique impedido de registrar novos jogadores até o devido pagamento.

O Cruzeiro já havia recebido punição por conta do não pagamento do empréstimo do volante Denilson junto ao Al-Wahda, dos Emirados Árabes – esta operação também foi realizada em 2016. Neste caso, começou a Série B do Campeonato Brasileiro com menos seis pontos e, agora, corre atrás do prejuízo. Depois de seis partidas disputadas, tem quatro pontos positivos e ocupa apenas a 15ª colocação na tabela.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.

Para mais notícias do Cruzeiro, clique aqui.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo