Blog

Conmebol ganha “presente”, e novo Mundial de Clubes deve ser aprovado

Nesta sexta-feira, o Conselho da Fifa se reúne em Miami, nos Estados Unidos. E, ao que tudo indica, a entidade que comanda o futebol conseguiu enfraquecer as objeções que ainda existiam quanto a um novo formato de Mundial de Clubes. A proposta, que transforma a competição em uma disputa a cada quatro anos (a partir de 2021) deve ser aprovada até com a anuência da Conmebol, que gostaria de manter a competição todos os anos.

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Para aceitar esta toca, segundo informação do ​blog do Rodrigo Mattos, a instituição responsável pelo futebol sul-americano fez um pedido, que deve ser aceito. Ao contrário de cinco representantes do continente (sendo um definido pelo ranking e outros quatro com base nos resultados da Libertadores e da Copa Sul-Americana), ela quer seis de seus clubes participando do torneio, que terá, no total, 24 equipes lutando pelo título. Faltaria, apenas, definir o critério para apontar os beneficiados.

A Uefa, que administra as competições na Europa e era a maior opositora de um novo Mundial, também tem tudo para “assinar embaixo” a proposta pelo fato de haver uma redução do número de times europeus. Inicialmente, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, queria 12 equipes do Velho Continente. Agora, já se fala até no número de 8, que poderia chegar até no máximo 10. O restante das vagas ficará com representantes da Concacaf (América do Norte, Central e Caribe), África, Ásia e Oceania.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo