Blog

Confira as notas do Vasco em partida pela Libertadores O Dia

MARTÍN SILVA: Foi bem quando exigido. No gol, poderia ter reagido de forma mais rápida. NOTA 6

YAGO PIKACHU: Ficou mais preso à marcação e foi pouco eficiente no apoio ao ataque. NOTA 4

PAULÃO: Até vinha bem no combate direto, mas errou feio na marcação a Araos na jogada que resultou no gol da vitória do time chileno. NOTA 3

ERAZO: Seguro, também foi bem no combate direto. NOTA 5,5

HENRIQUE: Ficou mais preocupado em recompor a defesa. Teve muito trabalho. Com isso, não conseguiu se aventurar no apoio ao ataque. NOTA 5

WELLINGTON: Esteve bem na marcação e foi solidário na busca pelo gol. NOTA 5

DESÁBATO: Sempre bem no combate direto, ainda se aventurou na frente, com boas trocas de passes. Inexplicavelmente foi substituído no segundo tempo. NOTA 6

ANDRÉS RÍOS: Entrou e pouco acrescentou. NOTA 4

WAGNER: Tentou armar o time, mas de forma pouco eficiente. Foi substituído no intervalo. NOTA 5

PAULINHO: Entrou com a difícil missão de incendiar o jogo. Não a cumpriu a contento. NOTA 4

EVANDER: Apenas discreto no primeiro tempo. Sumiu na segunda etapa. NOTA 3

RILDO: Correu muito, mas esbarrou na sua total falta de categoria para criar jogadas de gol. Desperdiçou, de cabeça, a melhor oportunidade do Vasco para balançar a rede. NOTA 4

PAULO VITOR: Entrou para tornar o Vasco um pouco mais ofensivo. Sem sucesso. NOTA 3

RIASCOS: Muita transpiração e alguma inspiração. Correu muito, levou um cartão amarelo e mandou uma bola na trave. NOTA 6

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo