Blog

Comparação: Cesar explica diferença de Werley e Maxi López na hora da pressão

A final da Taça Rio no último domingo (31), entre Flamengo e Vasco, foi bastante eletrizante e com direito a empate rubro-negro aos 48 minutos do segundo tempo, que levou a decisão para os pênaltis. Na disputa, ​a equipe de Abel Braga se saiu melhor e sagrou-se campeã do segundo turno.

O grande destaque foi para o goleiro Cesar que defendeu o pênalti de Tiago Reis e desestabilizou o zagueiro Werley, que isolou a bola na última cobrança vascaína. Questionado sobre o lance, no programa Jogo Sagrado, do Fox Sports, o arqueiro flamenguista comparou o defensor com Maxi López, que foi decisivo ao empatar o jogo no dia 9 de março pela primeira fase da Taça Rio.

”Fui cumprimentá-lo, mas não deu bola. Parecia focado demais, não sei. Diferente do Maxi López, que pegou a bola para bater e falou comigo numa boa, mostrou muita frieza naquele momento”, disse ele.

O camisa 11 vascaíno não esteve presente na final da Taça Rio por conta de uma lombalgia. Dessa forma, foi um desfalque muito sentido pelo treinador, já que é o cobrador oficial de pênaltis do time e poderia ter feito a diferença na hora da decisão.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo