Blog

Carlos Germano lamenta saída de Martín Silva: ‘Goleiro de seleção’ O Dia – Vasco

Rio – Antes de ser demitido no fim de 2014, Carlos Germano teve a oportunidade de trabalhar por toda a temporada com Martín Silva, recém-chegado e que prometia seguir o seu caminho de idolatria no gol do Vasco. De volta ao clube após quatro anos, desta vez para trabalhar na coordenação da preparação de goleiros da base, o ex-jogador já não terá a oportunidade de rever o uruguaio, que deixa o clube para defender o Libertad, do Paraguai.

Uma perda considerada grave e muito lamentada por Carlos Germano, que gostaria de ter voltado um pouco antes ao Vasco, até para tentar convencer Martín a ficar em São Januário mesmo com as críticas recebidas no fim do ano.

“Gostaria que Martín tivesse permanecido. É goleiro de seleção. Vinha sendo criticado, mas tudo em virtude do que aconteceu com o Vasco o ano todo. No fim da temporada ele teve desvios que são normais, nada que ele não pudesse recuperar e voltar a trazer novamente alegrias ao Vasco porque ele é um goleiro experiente. Num momento de reconstrução do clube e da equipe, um jogador com o peso dele seria importante. Mas vai seguir a vida dele e a gente é muito grato pelo que fez”, afirmou Germano, relembrando as conversas que tinha com Martín em 2014.

“Conversava muito com ele sobre criar raiz num clube. Hoje é difícil ter essa identificação. Martín já tinha bastante tempo de casa e se pudesse ficar um pouco mais iríamos ficar muito felizes”, completou.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo