Blog

Atlético-PR empata no último lance e frustra Vasco, que segue ameaçado

O Vasco perdeu a chance de se afastar da zona de rebaixamento do Brasileirão ao empatar com o Atlético-PR, nesta quarta-feira, em São Januário, em 1 a 1. Com o resultado, o Cruzmaltino chegou a 39 pontos e segue próximo do grupo dos quatro últimos colocados. Já o Furacão, com 47, continua na briga por uma vaga, ao menos, na pré-Libertadores.

No primeiro tempo, o Vasco foi melhor no início, perdeu algumas boas chances e viu o Atlético-PR crescer no fim. O técnico Alberto Valentim teve que fazer duas substituições após Ramon e Rildo sofrerem lesões. Na etapa final, os donos da casa voltaram com mais disposição e chegaram ao gol com Thiago Galhardo, de pênalti. Só que nos acréscimos, praticamente no último lance da partida, Léo Pereira empatou para os visitantes e decretou a igualdade.

Na próxima rodada, o Vasco vai até São Paulo para enfrentar o Corinthians, no sábado, em confronto direto contra o rebaixamento. No mesmo dia, o Atlético-PR encara o Vitória, em Salvador.

Autor do gol vascaíno, Galhardo não conseguiu evitar o empate nesta quarta (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama)

O jogo – O Atlético-PR tentou impedir a pressão inicial do Vasco com muita troca de passes. No entanto, quando tinha a bola, os donos da casa era objetivos e rondavam a área paranaense. Sö que a primeira boa chance de partida aconteceu somente aos 13 minutos. Rildo cruzou na área e Kelvin cabeceou em cima de Santos, que fez grande defesa.

O Vasco voltou a criar boa chance aos 19 minutos depois. Rildo foi lançado na área tocou na saída de Santos. Só que a bola foi pela linha de fundo para desespero da torcida em São Januário. A resposta do Atlético-PR veio em seguida. Marcelo Cirino recebeu passe na área, mas tocou errado quando estava de frente para Fernando Miguel.

O lance animou os visitantes, que melhoraram no confronto e tiveram boa chance aos 29 minutos. Wellington arriscou de longe e obrigou Fernando Miguel a fazer boa defesa.

Na parte final, o Vasco perdeu seu segundo jogador por lesão. Após Ramon sofreu um problema no joelho, Rildo sentiu a coxa e também precisou ser substituído. Com isso, os donos da casa viram o Atlético-PR dominar nos minutos finais. No entanto, os visitantes não incomodaram o goleiro Fernando Miguel, mas seguraram a igualdade até o intervalo.

No segundo tempo, os cruzmaltinos voltaram mais organizados e pressionaram em busca do gol. Após alguns chutes na zaga, Andrés Rios aproveitou indecisão entre Thiago Heleno e Santos e que abriu o placar aos cinco minutos.

Só que na primeira vez que chegou ataque, o Atlético-PR teve sua melhor chance na partida, aos oito minutos. Pablo acertou belo chute de virada e acertou a trave.

A partir dai, o confronto ficou aberto, com as duas equipes voltadas ao ataque. Primeiro Léo Pereira levou perigo a Fernando Miguel. Só que depois disso, o Vasco passou a pressionar e desperdiçou chances com Giovanni Augusto, Kelvin e Thiago Galhardo.

De tanto insistir, os cruzmaltinos chegaram ao gol aos 21 minutos. Andrés Rios foi derrubado por Pablo na área e o árbitro marcou pênalti. Thiago Galhardo cobrou rasteiro no meio para abrir o placar em São Januário.

O revés fez o Atlético-PR se lançar ao ataque. Com isso, o Vasco recuou, mas ainda impedia os lances de perigo ao adversário. Os donos da casa ainda tiveram grande chance de marcar o segundo aos 30 minutos. Em contra-ataque rápido, Thiago Galhardo entrou na área, mas chutou em cima de Santos.

O Atlético-PR não se abalou com o lance e seguiu com mais posse de bola. No entanto, os paranaenses ameaçavam mais pelas bolas aéreas, principalmente com Pablo. O Vasco ainda nova chance de marcar já nos acréscimos com Andrés Rios. Só que o atacante chutou na trave. Para piorar para os mandantes, os visitantes empataram quase no último lance do jogo, com Léo Pereira, para dar números finais em São Januário.

FICHA TÉCNICA
VASCO-RJ 1 x 1 ATLÉTICO-PR

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 14 de novembro de 2018, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Renda: R$ 306.340,00
Público: 20.212 pagantes
Cartão amarelo: Willian Maranhão
GOLS
VASCO: Thiago Galhardo, aos 21min do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Léo Pereira, aos 49min do segundo tempo

VASCO: Fernando Miguel; Raul, Leandro Castán, Oswaldo Henríquez e Ramon (Henrique); Andrey, Willian Maranhão e Thiago Galhardo; Rido (Giovanni Augusto), Kelvin (Leandro Desábato) e Andrés Rios
TÉCNICO: Alberto Valentim

ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan (Marcinho), Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Lucho González (Bruno Guimarães) e Raphael Veiga; Marcelo Cirino (Rony), Nikão e Pablo
TÉCNICO: Tiago Nunes

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo