Blog

Após vitória nas eleições, Campello diz que é “hora de unir o Vasco”

Em eleições conturbadas, que se arrastaram até as primeiras horas da madrugada, Alexandre Campello da Silveira foi eleito o novo presidente do Vasco. O novo mandatário emitiu uma nova no site oficial do clube e destacou que é a “hora de unir o Vasco”.

O presidente ainda garantiu que mesmo com as confusões que ocorreram no pleito, a “legalidade e a democracia foram respeitadas.”. Campello contou com 154 votos conquistados contra 88 de Julio Brant. O vencedor das eleições era vice da chapa de Brant, mas acabou abandonando a chapa por entender que o candidato havia deixado seu apio em pleno secundário.

Alexandre Campello da Silveira quer um Vasco unido em seu mandato (Foto: Paulo Fernandes/CRVG)

Campello vai assumir o clube carioca na próxima segunda-feira e terá pela frente pendências a resolver dentro do clube, como salários atrasados e preparar o time junto com a comissão técnica para a disputa da Libertadores da América de 2018. O cruzmaltino fará sua estreia no torneio dia 31 de janeiro contra o Universidad Concepción, no Chile.

Confira a nota completa emitida por Alexandre Campello da Silveira:

A mudança venceu – Agora é unir o Vasco e seguir no rumo das vitórias e conquistas

Vascaínos, o desejo de mudanças expresso na Assembleia Geral do dia 07 de novembro triunfou. Agradeço a confiança da maioria do Conselho Deliberativo que elegeu uma diretoria administrativa completamente renovada, sem a presença de representantes da diretoria anterior.

O estatuto do Vasco prevê que é o Conselho Deliberativo o responsável por eleger a diretoria administrativa e isso existe para evitar que um presidente seja eleito sem sustentação para tocar sua gestão.

Portanto, a legalidade e a democracia vascaína foram integralmente respeitadas.

A divisão fraticida que paralisa o clube em eternas brigas internas precisa amainar em nome dos interesses superiores do Vasco e de sua imensa torcida.

A partir de segunda-feira, 22, quando começa meu mandato, estarei diuturnamente trabalhando para colocar o Vasco no lugar de liderança no cenário esportivo nacional, de acordo com sua história e suas tradições.

Para isso será necessário um árduo e paciente trabalho que depende do concurso e apoio de todos os vascaínos e vascaínas.

Pretendo ser, e serei, o presidente da unidade, o presidente de todos os vascaínos, independentemente da preferência manifestada por este ou aquele nome na disputa que hoje se encerra. Afinal, nenhuma pessoa é mais importante do que o glorioso Club de Regatas Vasco da Gama.

Na tarde deste sábado (20/01), concederei uma entrevista coletiva onde falarei mais sobre o futuro do nosso clube. 

Saudações vascaínas.

Alexandre Campello

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo