Blog

Após saída de Nenê, Galhardo não sente falta de outro meia: ‘Gosto dessa camisa 10’ O Dia



O meia Thiago Galhardo comemora o primeiro gol do Vasco, marcado por ele aos 18 segundos de jogo – Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Rio – O Vasco venceu o Volta Redonda por 3 a 1, em São Januário, no último domingo. O resultado serviu pra dar confiança e oportunidade de mostrar um bom futebol para alguns jogadores considerados reservas no elenco. Thiago Galhardo aproveitou bem a oportunidade e fez um belo gol, logo aos 20 segundos de jogo. Usando a camisa 10 que antigamente era de Nenê, o meia afirmou que se sente bem atuando na posição do ex-jogador do Vasco.   

“Eu gosto dessa camisa 10. O Evander também pode ser. Por que não ele? Por que não eu?. O Nenê deixou uma marca muito positiva. Não tem como comparar. Não precisa buscar um 10, mas se vier, vai nos ajudar também”, disse Galhardo. 

Na próxima quarta-feira, no jogo de volta contra a Universidad de Concepción, às 21:45, em São Januário, Thiago Galhardo provavelmente será banco, mas isso não tira ansiedade do meio-campo.

“A ansiedade é normal, isso que nos move. Torcida vai encher o estádio. Fizemos um bom resultado, mas a torcida quer ver um bom jogo, gols, De degrau em degrau para chegarmos depois na fase de grupos junto com Cruzeiro, Racing e LaU”, disse Thiago. 

Quem passar de Vasco e Universidad de Concepción vai enfrentar o vencedor do confronto entre os bolivianos Oriente Petrolero e Jorge Wilstermann, que duelam na quinta-feira. O Wilstermann venceu por 2 a 1 a partida de ida, fora de casa.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo