Blog

Alexandre Campello assume o Vasco e pede mais união aos torcedores O Dia



Alexandre Campello foi aplaudido pelos sócios ao tomar posse, na sede da Lagoa – Alexandre Brum / Agencia O Dia

Rio – O novo presidente do Vasco, Alexandre Campello, tomou posse nesta segunda-feira, na sede da Lagoa, para o próximo triênio. A cerimônia contou com a presença do ex-presidente Eurico Miranda, do secretário-geral da CBF, Walter Feldman, e do presidente da Ferj, Rubens Lopes.

Galeria de Fotos



“Com humildade e confiança encaro essa tarefa. Conheço o Vasco e seus meandros para fazer as transformações necessárias”, afirmou Campello em seu discurso. O novo presidente criticou as divisões políticas na Colina: “Isso anestesia o clube e torna mais lentos os seus passos”. Campello ainda pediu apoio irrestrito aos vascaínos: “Associem-se. Que façam uma grande onda de amor”.

Campello foi eleito na madrugada de sábado em reunião do Conselho Deliberativo, na Lagoa. Sua vitória foi uma surpresa. Ele seria vice-presidente geral na chapa de Júlio Brant, mas anunciou sua saída do grupo na quinta-feira e se candidatou ao cargo máximo do clube, ganhando o apoio de aliados de Eurico Miranda e saindo como vencedor. Foi a primeira vez que o Conselho Deliberativo não acompanhou o resultado das urnas. Júlio Brant havia sido o vencedor da eleição entre os sócios realizada em novembro com a anulação na Justiça dos votos da polêmica urna 7.

Ontem de manhã, o novo vice-presidente de futebol, Fred Lopes, acompanhou o treino no CT de Vargem Grande, onde conheceu melhor os jogadores e a comissão técnica. Diante das notícias que surgiram na última semana de que não haviam sido pagas as passagens para o Chile, onde o time enfrenta a Universidad de Concepción no dia 31, pela Libertadores, havia também a necessidade de passar tranquilidade para o elenco. “A viagem está resolvida. Não tem chance de o Vasco não viajar”, garantiu Fred.

GAROTOS DA COPINHA

Os titulares da vitória de domingo de 4 a 2 sobre o Nova Iguaçu fizeram trabalho regenerativo. Titulares na Copinha, os jovens Alexsander (goleiro), Rafael França (lateral-direito), Rodrigo (volante), Dudu (meia), Robinho (meia), Marrony (atacante) e Hugo Borges (atacante) foram a campo. Eles se juntaram aos zagueiros Miranda e Ulisses, que já vinham treinando no profissional.

Quarta-feira, o Vasco enfrenta a Cabofriense, em Bacaxá, pela terceira rodada da Taça Guanabara. A tendência é que o time cruz-maltino não use força máxima, o que foi confirmado pelo técnico Zé Ricardo após o jogo contra o Nova Iguaçu. “Provavelmente vamos poupar sim. Temos que nos preocupar com possíveis problemas musculares. Devemos fazer algumas mudanças para jogar em Bacaxá”, afirmou Zé Ricardo, no domingo.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo