Blog

Aceitaria, Renato? Venda milionária do Grêmio não engrena na Europa e tenta liberação

Graças ao bom trabalho da diretoria ​gremista ao longo das últimas temporadas, o clube vem se especializando em grandes negócios com o futebol europeu. Mas nem todos os jogadores que deixam a camisa Tricolor para se aventurar no Velho Continente conseguem se destacar como o esperado, aumentando os rumores de um possível retorno ao Brasil. 

Um desses exemplos é o atacante Pedro Rocha, de 24 anos, que ganhou a Copa do Brasil com o Imortal em 2016, sendo um dos destaques daquela equipe. Já em 2017, foi negociado com o Spartak Moscou, da Rússia, mas não vem conseguindo espaço na equipe. Para se ter uma ideia, desde que chegou ao clube russo, disputou apenas 19 partidas.

Hamilton Bernard, empresário do brasileiro, concedeu uma entrevista ao site ​Sport Express, onde deu a entender que o jogador quer procurar novos ares, mas os dirigentes do seu time atual não estão facilitando: ”O clube não dá tempo ao Pedro, mas não quer emprestá-lo. Ele concorda em vender, mas é difícil vender um jogador de futebol que não joga há quase um ano”, declarou.


Para os clubes interessados em contar com o seu futebol, será necessário efetuar o pagamento de 12 milhões de euros, cerca de R$ 52 milhões na cotação atual, mesma quantia paga para tirá-lo do Grêmio, em 2017. Pelo time gaúcho, Pedro Rocha disputou 126 partidas e conseguiu anotar 32 gols.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo