Blog

Abre o olho, Carille! Postura do Corinthians precisa de análise urgente

Se no jogo de ida da semifinal do Campeonato Paulista o ​Corinthians foi enaltecido por ter conseguido parar o ​Santos e ser superior, no jogo da volta aconteceu tudo ao contrário. Embora a classificação para enfrentar o ​São Paulo tenha vindo, a postura da equipe chamou a atenção de forma muito negativa​. E isso preocupa.

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Ao longo de sua história (vitoriosa) como treinador do Timão, Fábio Carille se acostumou a armar times que, embora pouco vistosos, quase nada sofriam. E nesta segunda-feira o que se viu foi um Corinthians acuado, sem saída, querendo se livrar da bola para fazer o tempo passar e, assim, garantir o 0 a 0. No fim, a derrota somente por 1 a 0 e a ida aos pênaltis foi quase que um presente para alguém que jogou como uma equipe pequena.

Não sou daqueles que falo em justiça ou injustiça no futebol. Mas tamanha foi a diferença que o Santos era merecedor da vaga. Por querer mais. Por jogar mais. Por não se entregar. Por encurralar o adversário sem temer que um eventual contra-ataque pudesse colocar tudo a perder. O Peixe jogou futebol. O Timão, não.

Ao final do duelo, Carille se mostrou preocupado com o que aconteceu em campo. E isso é o primeiro passo para melhorar. O treinador já apresentou repertório, já deixou claro que é um ponto fora da curva dentro desta nova safra de profissionais brasileiros. Mas agora, mais do que nunca, se faz necessário que ele coloque a mão na massa. Quem é melhor precisa se impor. Ou, no mínimo, tentar fazer isso. Pois não é possível que um grupo ao qual foi agregado muitos valores não tenha em campo uma atitude condizente com a sua grandeza.

Para mais notícias do Corinthians, clique ​aqui.

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo