Blog

Abel Braga fica ou sai? Expectativas caem, e Flamengo espera Copa América

Neste domingo (26), Flamengo venceu o time reserva do Athletico-PR por 3 a 2, no Maracanã, em um confronto cheio de emoções, reviravoltas e muitos protestos em relação ao questionado treinador Abel Braga. O rubro-negro carioca abriu o placar, tomou a virada e com dois gols nos minutos finais conquistou os três pontos.

O Mengão conseguiu o seu objetivo: venceu e se aproximou dos líderes do campeonato, entretanto o fraco rendimento do time, a falta de padrão tático e de coletividade preocupam os torcedores e incomodam a diretoria. Os cariocas venceram na raça e na coragem, mas durante parte do confronto viram os reservas do Furacão dominarem a partida, em pleno o Maracanã lotado.

O triunfo não aliviou as críticas ao treinador que saiu de campo abraçado pelos jogadores e vaiado pela torcida. Os gritos de “Fora Abel” ecoavam no estádio. O técnico foi apresentado no Flamengo em janeiro e viu em menos de cinco meses a relação com as arquibancadas chegar ao seu limite. Para além do desempenho do time, faltou sensibilidade e comunicação ao comandante. Não há mais clima para o experiente profissional no rubro-negro.

Os atletas do clube “fecharam” com o treinador, mas esse fator ordinário não vai segurar ex-Tricolor no Mais Querido. A verdade é que Abel, independente do desempenho, não vai cair antes da Copa América. Os resultados diante dos confrontos antes da paralisação do ​Brasileirão contra ​Fortaleza, ​Corinthians (na Copa do Brasil), ​Fluminense e ​CSA vão determinar o futuro do comandante.

Abel Braga

A questão é: quem poderia assumir o comando técnico do clube? A diretoria assumiria o risco de colocar uma nova promessa, iria em outro “Medalhão” ou tentaria um estrangeiro. Em temporadas anteriores, o Flamengo insistiu em novos treinadores e não foi bem-sucedido. Rodolfo Landim, presidente do Rubro-Negro, dificilmente vai tomar essa decisão. A opção mais provável é que o clube tente outro grande nome até mesmo de um treinador de fora. O problema é que o mercado não está repleto desses personagens.

Renato Gaúcho não vai deixar o Grêmio nem Felipão o Palmeiras. Luxemburgo foi para o Vasco e outros nomes são praticamente impensáveis, como Joel Santana, Falcão, Mano Menezes e Marcelo Oliveira. A diretoria também não deve contratar Dorival Junior depois de tê-lo mandado embora no início da temporada.

O mercado não tem tantos nomes como em um passado recente. O Flamengo tem a difícil missão de decidir se vai trocar de treinador ou vai arriscar em um caminho incerto e sem muita expectativa com Abel Braga. O técnico que nunca foi unanimidade tem uma base cada vez menor dentro do clube. 

Todos os Créditos

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo