Blog

6 técnicos que não estão seguros no cargo e que correm risco de demissão

​Faltam onze rodadas para o término do Campeonato Brasileiro. Mas alguém aí duvida que não haverá mais ​trocas de técnicos nos times que disputam a Série A? Possivelmente ainda ocorram algumas modificações e, quem sabe, até em clubes que estão de certo modo tranquilos e na parte de cima da tabela. Seguem, então, seis treinadores que não estão tão seguros assim nos seus cargos e que, por um motivo ou outro, podem balançar a qualquer momento.


Fábio Carille (Corinthians)

A direção diz que não vai demitir, Mas ao mesmo tempo admite pensar em mudança caso o profissional peça para sair. Mas o fato é que o Corinthians vem em queda no Campeonato Brasileiro? Já deixou o G-4 e vê os times que estão fora do G-6 Se aproximarem de forma perigosa.A equipe paulista, que antes era bastante sólida na defesa, agora nem isso consegue manter. E, claro, as críticas e cobranças se acentuam.


Evando (Avaí)

O caminho do time catarinense é a Série B em 2020. E, diante deste cenário, é possível que o clube já comece a pensar na próxima temporada e ir em busca de um profissional que já possa contribuir com o planejamento.


Marcão (Fluminense)

Marcao

Trazido pelo clube no meio do ano como auxiliar-técnico permanente, Marcão assumiu como interino depois das quedas de Fernando Diniz e Oswaldo de Oliveira. Acabou sendo efetivado diante de alguns bons resultados, mas na prática o cargo nunca esteve 100% seguro. As recentes derrotas no Brasileirão voltaram a colocar em xeque a posição do treinador tricolor.


Zé Ricardo (Internacional)

FBL-LIBERTADORES-RACING-VASCO

Alguém pode estar se perguntando: mas ele não foi contratado para onde rodadas e com o objetivo de garantir a classificação do Inter para a Libertadores? Pois é…foi exatamente isso, mas se chegar na metade do caminho e nada estiver dando certo? Diante da falta de convicção da direção colorada nesta contratação, não é de se duvidar de nada.


Abel Braga (Cruzeiro)

Abel Braga

As últimas duas vitórias deram um alento ao torcedor, mas o fato de o clube ainda estar no Z-4 incomoda bastante. Quando o clube estava sem vencer, já havia um zumzumzum de queda. Se a fase voltar (e isso pode acontecer pela instabilidade do time), ninguém está garantido, nem mesmo quem foi contratado já pensando também na próxima temporada.


Marquinhos Santos (Chapecoense)

Marquinhos Santos

É outro time que está fadado ao rebaixamento. E quando não houver mais chance matemática de recuperação, a tentativa de pensar 2020 com um cenário bem diferente do atual pode ocasionar mudanças na comissão técnica.


Este artigo foi trazido a você por Doutor Sono, em breve nos cinemas.

Confira o trailer abaixo:

Todos os Créditos

Compartilhar ...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vasco vence e complica o Cruzeiro; veja coletiva de Vanderlei Luxemburgo